PROPOSTA DE TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO PARA USO DE PROTETORES BUCAIS PERSONALIZADOS

Bárbara Capitanio de Souza, Eduardo Guaragna Kayser, Carlos Lane Fogaça, Ary Ferreira Nunes, Rodrigo Stanislawczuk, Mário Marques Fernandes

Resumo


Durante a prática de esportes, especialmente considerando as modalidades de luta, a cavidade oral fica vulnerável aos eventos traumáticos decorrentes do contato entre os esportistas, o que pode comprometer o bom desenvolvimento da atividade e o próprio desempenho do atleta. A utilização de protetores bucais é uma medida fundamental para reduzir a ocorrência dessas injúrias e, principalmente as suas gravidades, favorecendo uma recuperação mais eficaz e rápida. Contudo, é obrigação ética do profissional e prerrogativa legal dos pacientes receber as informações relacionadas ao seu tratamento da forma mais completa possível, bem como certificar-se que os pacientes compreenderam estas questões. Neste trabalho, é apresentada uma proposta de um modelo de Termo de Consentimento Livre e Esclarecido para uso de protetores bucais personalizados, o qual aborda as questões pertinentes à confecção destes dispositivos. Este documento traz inúmeros benefícios para a especialidade, pois apresenta características como o fortalecimento do vínculo de confiança entre o dentista e o paciente atleta, a determinação de benefícios apropriados, riscos e encargos, a compreensão das vulnerabilidades entre as partes e a obtenção de permissões e aprovações. A confecção e o uso de protetores bucais apresentam especificidades importantes e estas devem estar esclarecidas para o paciente.

Palavras-chave


Traumatismos em atletas; Saúde oral; Ética odontológica; Consentimento informado

Texto completo:

PDF

Referências


Brasil. Conselho Federal de Odontologia. Resolução CFO-160, de 02 de outubro de 2015. Disponível em: http://www.normaslegais.com.br/legislacao/Resolucao-cfo-160-2015.htm.

Gandy JR, Fossett L, Wong BJ. Face masks and basketball: NCAA division I consumer trends and a review of over-the-counter face masks. Laryngoscope. 2016;126(5):1054-60. http://dx.doi.org/10.1002/lary.25584.

Macêdo-Filho RA, Leal TR, Cardoso AMR, Sarmento DJS, Verli FD, Marinho SA. Injuries to the Stomatognathic System in Brazilian Jiu-Jitsu Athletes. Sci Rep. 2019;9(1):8236. http://dx.doi.org/10.1038/s41598-019-44598-1.

Mantri SS, Mantri SP, Deogade S, Bhasin AS. Intra-oral Mouth-Guard In Sport Related Oro-Facial Injuries: Prevention is Better Than Cure! J Clin Diagn Res. 2014;8(1):299-302. http://dx.doi.org/10.7860/JCDR/2014/6470.3872

Patrick DG, van Noort R, Found MS. Scale of protection and the various types of sports mouthguard. Br J Sports Med. 2005;39(5):278-81. http://dx.doi.org/10.1136/bjsm.2004.012658

Brasil. Resolução no 118, de 11 de maio de 2012. Revoga o Código de Ética Odontológica aprovado pela Resolução CFO-42/2003 e aprova outro em substituição. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. 2012; 2012 Jun 14. Seção 1, p. 118. Disponível em: http://www.normaslegais.com.br/legislacao/resolucao-cfo-118-2012.htm

Brasil, Lei ordinária n. 8.078 de 11 de setembro de 1990. Dispõe sobre a proteção do consumidor e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil. Poder Legislativo 1990; 1990 Set 12. Coluna 1, p. 1. Disponível em: https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1990/lei-8078-11-setembro-1990-365086-publicacaooriginal-1-pl.html

Rõsing CK, Fernandes MM. Termo de consentimento livre e esclarecido: uma questão de transparência e ética na prática odontológica. Clín Int J Braz Dent. 2015;11(1):86-9. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-789783

Gould TE, Piland SG, Caswell SV, Ranalli D, Mills S, Ferrara MS, Courson R. National Athletic Trainers' Association Position Statement: Preventing and Managing Sport-Related Dental and Oral Injuries. J Athl Train. 2016;51(10):821-39. http://dx.doi.org/10.4085/1062-6050-51.8.01

Kumamoto DP, Maeda Y. A literature review of sports-related orofacial trauma. Gen Dent. 2004; 52(3):270–80. PMID:15206262

Silva RF, Rodrigues LG, Felter M, de Araújo MGB, Tolentino PHMP, Franco A. A interface entre odontologia legal e odontologia do esporte. Rev Bras Odonto Leg - RBOL. 2018;5(2). http://dx.doi.org/10.21117/rbol.v5i2.190

Pittelli SD, Motta MV. A prestação obrigacional do dentista como obrigação de resultado: sistematização e análise crítica dos argumentos. Saúde, Ética & Justiça. 2012;17(1):26-9. Disponível em: http://www2.fm.usp.br/gdc/docs/iof_154_7-analisecritica_pitelli.pdf

Coto NP, Dias RB, Antoniazzi TF, Costa RA, Carvalho, EPC. Mechanical Behaviour of Ethylene Vinyl Acetate Copolymer (EVA) Used for Fabrication of Mouthguards and Interocclusal Splints. Braz Dental J. 2001;18:324-8. https://doi.org/10.1590/S0103-64402007000400010

Westerman B, Stringfellow PM, Eccleston JA. EVA mouthguards: how thick should they be? Dent Traumatol. 2002;18(1):24-7. http://dx.doi.org/10.1034/j.1600-9657.2002.180103.x

Scott J, Burke FJ, Watts DC. A review of dental injuries and the use of mouthguards in contact team sports. Br Dent J. 1994;176(8):310-4. http://dx.doi.org/10.1038/sj.bdj.4808433

Patrick DG, van Noort R, Found MS. Evaluation of laminated structures for sports mouthguards. Key Eng Mater. 2002;221–222:133–44. http://dx.doi.org/10.4028/www.scientific.net/KEM.221-222.133.

Di Leone CCL, Barros IRCN, Salles AG, Antunes LAA, Dos Antunes LS. O Uso do Protetor Bucal nas Artes Marciais: Consciencia e Atitude. Rev Bras Med do Esporte. 2014;20(6):451-5. https://doi.org/10.1590/1517-86922014200602096

Tam NT, Huy NT, Thoa le TB, Long NP, Trang NT, Hirayama K, et al. Participants’ understanding of informed consent in clinical trials over three decades: systematic review and meta-analysis. Bull World Health Organ. 2015;93:186H–198H. http://dx.doi.org/10.2471/BLT.14.141390.

Albala I, Doyle M, Appelbaum PS. The evolution of consent forms for research: a quarter century of changes. IRB. 2010;32(3):7–11.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 RBOL- Revista Brasileira de Odontologia Legal